sexta-feira, 28 de maio de 2010

ANDRÉ VIDAL DE ARAÚJO & A ESCOLA MONTESSORIANA

O Desembargador André Araújo, nasceu em Goiana, Estado de Pernambuco, no dia 15 de Outubro de 1898, veio ainda criança para Manaus, faleceu em 15 de Março de 1975. Implantou em Manaus uma escola que utilizava o  Método Montessoriano.

Foi um grande estudioso das ciências jurídicas, formado pela Faculdade de Direito do Amazonas, turma de 1921, foi Promotor de Justiça, Juiz de Direito e Desembargador, além de Deputado Federal.

Foi um grande mestre, lecionou Direito, Filosofia, Sociologia e Pedagogia. Fundou e dirigiu o Instituto Montessoriano Álvaro Maia, a Escola de Serviço Social do Amazonas, o Laboratório Pedagógico de Cultura Infantil Araújo Filho e a Oficina do Serviço Social do Amazonas. Organizou a Cruz Vermelha, o Conselho de Assistência e Proteção aos Menores, a Creche Circulista Menino Jesus, o Instituto Melo Matos, o Instituto Madalena, a Escola José do Patrocínio, o Serviço Social de Mães Solteiras e mais 72 escolas de alfabetização no interior do Amazonas.

Era uma máquina de produção de trabalhos científicos, foi jornalista colaborador, escritor, membro do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas, da União Brasileira de Escritores, do Rotary Clube, da Academia Amazonense de Letras, além de fazer parte de várias instituições internacionais.

Religioso estremado, integrou a Ordem Terceira de São Francisco em Manaus, pertenceu à Legião de Maria e vivenciou intensamente a paróquia de São Sebastião. Com o casamento com Milburges Bezerra de Araújo, teve seis filhos: Regina Coelli Araújo de Carvalho, Rita de Cássia de Araújo Calderaro, Aristócles Platão, Thereza de Araújo Cabral, Marco Aurélio e João Bosco.

A sua residência ficava na Rua Tapajós, bem em frente ao Luso Sport Clube – na minha infância, passava todos os dias por lá, ele gostava de ficar se embalando numa cadeira de palha, sempre com um livro na mão – a fachada da casa ainda existe e no local mora o seu filho, o psicólogo e professor João Bosco.

Tinha uma enorme preocupação com as crianças pobres de Manaus – ao fundar o Instituto Montessoriano Álvaro Maia, fez uma homenagem a um dos melhores governadores do Amazonas, além de adotar o Método Montessori. O prédio funcionava na Avenida Getúlio Vargas, ao lado da Cruz Vermelha (esquina com a Ramos Ferreira), infelizmente, o prédio foi derrubado, sobrou somente um muro.

O Método Montessori foi criado pela Maria Montessori, a primeira mulher a se formar em medicina na Itália – o seu método era composto por um material de apoio em que a criança observa se está fazendo as conexões corretas – consistia em harmonizar a interação de forças corporais e espirituais, corpo, inteligência e vontade.

Seguindo a biblioteca Wikipédia “A pedagogia de Montessori insere-se no movimento das Escolas Novas uma oposição aos métodos tradicionais que não respeitavam as necessidades e os mecanismos evolutivos do desenvolvimento da criança. Ocupa um papel de destaque neste movimento pelas novas técnicas que apresentou para os jardins de infância e para as primeiras séries do ensino formal. O material criado por Montessori tem papel preponderante no seu trabalho educativo pois pressupõem a compreensão das coisas a partir delas mesmas, tendo como função a estimular e desenvolver na criança, um impulso interior que se manifesta no trabalho espontâneo do intelecto.O aluno usa (individualmente) os materiais à medida de sua necessidade e por ser autocorretivo faz sua auto-avaliação. Os professores são auxiliares de aprendizagem e o sistema peca pelo individualismo. Embora, hoje sua utilização é feita em grupo. A livre escolha das atividades pela criança é outro aspecto fundamental para que exista a concentração e para que a atividade seja formadora e imaginativa. Essa escolha se realiza com ordem disciplina e com um relativo silêncio.O silêncio também desempenha papel preponderante. A criança fala quando o trabalho assim o exige, a professora não precisa falar alto.

O André Araújo foi um visionário, ela sabia o que era bom para o futuro das crianças de Manaus, não levaram adiante o seu projeto de implantar o Método Montessoriano, todos nos perdemos, não sei afirmar se alguma escola da nossa cidade utiliza este método – Os trabalhos e as obras desse grande brasileiro precisam ser estudados e valorizados.

Fontes: Biblioteca Virtual do Amazonas
             Wikipédia.

Postar um comentário