terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

A ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUAS X CONSTRUÇÃO DO PORTO DAS LAJES


O Governo do Estado do Amazonas pretende inaugurar até o final do mês de março, uma Estação de Tratamento de Águas, na Zona Leste, da cidade de Manaus. Este empreendimento situa-se na Ponta das Lajes.

Agora, imaginem os senhores, este investimento gigantesco, orçado em 400 milhões de reais, poderá correr o risco de ficar futuramente comprometido, em decorrência da insistência insana da empresa Log-in Logística Intermodal, em construir no local, um imenso porto, denominado Porto das Lajes.

O próprio governo apóia a construção desse porto e, ao mesmo tempo constrói no local um sistema de captação de águas! Como é que pode, meu irmão? A construção desse porto irá comprometer a qualidade da água que será servida aos amazonenses, acabará com o Lago do Aleixo, trará todas as mazelas possíveis para os comunitários e principalmente, trará a poluição visual do Encontro das Águas.

O atual prefeito de Manaus, Sr. Amazonino Mendes, quando era governador do Amazonas, entregou aos franceses, a Companhia de Águas do Amazonas, dizem que foi uma transação financeira das mais rentáveis aos bolsos dos governistas, foi tudo feito “debaixo dos panos”, passamos anos servindo de chacota dos brasileiros do sul e sudeste – não entendiam como a cidade de Manaus, onde passa o maior rio do mundo, falta água todo dia nas casas dos seus habitantes – realmente, não dar para entender. Agora o problema será resolvido em parte: o governo entrou com a grana (investimento público) e dá de “mão beijada” para a empresa francesa Águas do Amazonas, para privatizarem o lucro sem nenhum investimento!

Existe uma luz no final do túnel: O Movimento S.O.S. Encontro das Águas não dorme no ponto! Estão mobilizando todos os comunitários, cientistas, estudantes, donas de casas, formadores de opinião, parlamentares, etc. para o engajamento na luta contra a construção desse maldito projeto de Porto das Lajes!

Os manauenses desejam serem servidos com água potável, encanada, disponível 24 horas em suas casas, jamais com água contaminada com os dejetos do Porto das Lajes. Não à construção desse nocivo porto! Queremos água limpa nas nossas torneiras, a felicidade dos comunitários, o Lago do Aleixo livre das agressões e a beleza preservada do Encontro das Águas!

Obs.: Este post foi publicado no Núcleo de Cultura Política do Amazonas - http://www.ncpam.com/
Postar um comentário