terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

A FEIRA DA BANANA DE MANAUS



Quando o “Mercado Municipal Adolpho Lisboa” começou a ficar pequeno, para a comercialização dos produtos vindos do interior do Estado, alguns comerciantes resolveram montar uma pequena feira nas proximidades da “Manaus Moderna”, ficou conhecida como “Feira da Banana”.

Com o tempo, a Prefeitura de Manaus fez uma intervenção, construindo uma grande área coberta, dando maiores condições de trabalho para os pequenos comerciantes e, fornecendo uma maior segurança e comodidade para os compradores.

A feira passou a diversificar a oferta de produtos, mas, continuando com o carro chefe a venda da banana. Pode-se encontrar por lá: atacadistas de tomates, laranjas, cebolas e batatas portuguesas; varejistas de bananas, laranjas, tucumãs, melancias, pupunhas, mamões, gomas, tapiocas, queijos coalho, polpas de frutas, etc.
 Existem alguns comerciantes que possuem câmaras frigoríficas, com a grande maioria formada por goianos, comercializam frutas, legumes e verduras. Há também um pequeno restaurante, especializado em sopas de carne/mocotó e do tradicional peixe frito.

Os preços dos produtos são sempre mais baixo com relação às outras feiras e supermercados da cidade, o que motiva a um grande número de pessoas a se dirigirem todos os dias aquele local.

O Ministério Público Estadual obrigou a Prefeitura de Manaus a melhorar as condições de armazenamento dos produtos, foram construídos bancadas para evitar que as frutas ficassem expostas no chão, isto melhorou muito o visual da feira, bem como, ficou mais higiênica.

Os problemas ainda são muitos naquele lugar. A sujeira ainda é visível, falta limpeza no local, apesar de um carro coletor passar todos os dias; falta conscientização dos feirantes e de alguns consumidores, pois todos os restos são jogados em qualquer lugar, entupindo os bueiros, ocasionando um cheiro terrível quando chove.

A questão segurança é um problema sério, os próprios feirantes exigem uma maior segurança da 1ª Companhia Interativa Comunitária (1ª Cicom) e dos gestores da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab).
Segundo eles, existem constantes furtos sofridos pelos proprietários das bancas e consumidores que frequentam o local, há muitos criminosos que trabalham como guardadores de carro, os chamados “flanelinhas”, a presença deles intimida o cliente, porque muitos são usuários de drogas.
Segundos estudos de alguns especialistas, esta feira compra 85% de toda a produção de banana de Boa Vista/Roraima. Diariamente chegam caminhões com toneladas de bananas, o que exige muita experiência e habilidade na descarga, um trabalho duro e com alto risco de acidentes de trabalho.

Fora os problemas acima, que precisam se equacionados de imediato, uma notícia merecedora de destaque, foi o pessoal que trabalha naquele logradouro, formou uma equipe de futebol o “AJ Feira da Banana” e foi campeã de 2011, da categoria master do Peladão. Os atletas foram os seguintes: Carlinhos, Everaldo, Donizete, Moisés, Adaílton, Ney, Cuí, João Carlos “Cavalo”, Deivis, Aldo e Zé Leite.  Técnico: Vilmar Farias “Cabeça”.

No próximo domingo é dia de feira, estarei lá na “Feira da Banana”. É isso ai.

Fotografias: J Martins Rocha
Postar um comentário