quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

OS CARNAVAIS DE MANAUS

A terça-feira de carnaval deste ano será no dia 08 de março – é uma data móvel, ou seja, cada ano acontece num dia diferente; a data é definida de acordo com o ano lunar no Cristianismo – tem tudo a ver com a Semana Santa e a Páscoa – contando do dia 09 de março (cinzas) até 17 de abril, perfazem 40 dias, durante este espaço de tempo é conhecido por Quaresma (do latim quadragésima = 40 dias) – é o adeus a carne, pois no carnaval tudo pode (carne vale = carnaval).

Sendo assim, a nossa Banda da BICA, sairá no sábado magro de carnaval – no dia 26 de fevereiro de 2011 – o tema será “No reinado do Belão, todo mundo mete a mão” – A Banda é uma das mais irreverentes de Manaus, todo ano escolhe um político ou uma “otoridade” que pisou na bola, para ser “homenageada” pelos foliões.

Na verdade, ninguem quer ofender ninguém, tudo é brincadeira de carnaval, tanto que, faz alguns anos a BICA tirou saro com a própria filha do Armando, com um imbróglio com as carteirinhas da OAB/AM - este ano, estão gozando o próprio tio de um dos diretores da banda, o Anchieta Lins - todo mundo vai dançar e brincar até a madrugada, depois, tudo volta ao normal e o Belão será esquecido pelo povão! 

O escolhido desse ano é o Deputado Estadual Belarmino Lins, conhecido como “Belão”. O citado parlamentar nasceu em Fonte Boa/Amazonas, advogado, entrou na política em 1991, foi presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, de 2005 a 2010. A mídia do Amazonas, sempre destacou as inúmeras denúncias de corrupção envolvendo o nome do Deputado. Segundo o Belão “Eu não sei nem engatinhar na oposição. Não conheço os passos da oposição porque nunca fui de oposição. A minha índole é governista, é apoiar os programas para o Estado e para a população e não vender dificuldades para ganhar facilidades. Faço parte, atualmente, do grupo político comandado por Omar Aziz, Eduardo Braga e Átila Lins”.

A marchinha é atribuída a membros da confraria que já se foram: Celito Chaves e Carlinhos Genesiano (música), Flávio Gerson e Jorge Mota (letra) e Maestro Carriço (arranjos). Como a letra chega aos mortais? Os autores são médiuns, recebem na mesa branca e sai a marchinha. É mole?

A letra oficial para 2011 é esta:

No reinado do Belão todo mundo mete a mão
No reinado do Belão
A minha bica vai entrar
Vai fazer mais um cordão
Pro Belão e sua turma rebolar
Rebola Belão aquí, rebola Belão prá lá
Ô Belão seu rebolado é bom prá Bica entrar
Veja que reinado é esse
A babita anda correndo solta
O Dudu puxou o dindim prá fora
E encheu de voto a urna da Vanessa
E a malandragem no reinado vai a mil
E dar-lhe Bica puta que o pariu
Pau é pau, Bica é Bica
Não diga que protesto é votar em Tiriricas
Coitado do Arthur
Já era o nobre senador
Se lascou todo nesse fight
Só le resta o tatame do judô
A Lourdes disse e o Armando confirmou
De beleza nada tem esse Belão
Um Gajo desse lá em Portugal
Vai se acabar na masmorra da prisão
pau é pau....



Mas, mudando de pau para cavaco – o blog é um pouco saudosista – vou falar um pouco dos carnavais da minha infância e adolescência, vamos lá foliões:

Curti os primeiros carnavais no Cube do Amazon Hotel, ficava na esquina da Rua dos Andradas com a Rua Rocha dos Santos; o prédio ainda resiste até hoje, ainda bem! O meu pai reunia toda a família, comprava as fantasias e levava toda a turma para brincar a folia de momo. Lembro muito bem, deveria ter uns dez anos de idade; o clube ficava no segundo andar, gostava de brincar na escada de madeira que dava acesso ao salão de danças; curtia também apanhar no chão, os restos de confetes e serpentinas, para jogar novamente nos pequenos foliões, lembro do papai tomando aquela cerveja genuinamente cabocla, a famosa "XPTO" e, eu e a molecada no Graphete & Baré Cola. Lembro, também, das “Batalhas de Confetes” e dos desfiles dos "Blocos de Sujos", na Avenida Eduardo Ribeiro; gostava de toda aquela movimentação, adorava juntar tampinhas em miniaturas de refrigerantes que eram jogadas pelos brincantes dos blocos. Na minha adolescência, presenciei os desfiles dos primeiros blocos carnavalescos, que seriam mais tarde as primeiras Escolas de Samba de Manaus, lembro da Unidos da Selva, Unidos do Rio Negro e Barelândia. A Avenida Eduardo Ribeiro não suportava mais tanto foliões e espectadores, foi quando resolveram mudar o palco do carnaval para a Avenida Djalma Batista, os desfiles ocorrem até o ano de 1990 e, depois para o Sambódromo.

Agora sou um cinquentão; faço parte da  banda mais irreverente de Manaus "A Banda da Bica", bem como, frequento os ensaios da Escola de Samba Aparecida, assisto todos os anos aos desfiles das Escolas no Sambódromo de Manaus, ou seja, o carnaval corre nas minhas veias!

Vocês sabem qual é a melhor Banda de Manaus? Alguns dirão: É a Banda da BICA, outros, a Banda das Piranhas – Erraram, a melhor é a "BANDA DE TAMBAQUI NA BRASA" – com bastante vinagrete, farinha e tucupi! Brincadeiras à parte – vamos curtir o carnaval com muito respeito a si mesmo e ao próximo, nada de violência. Fui para o carnaval! Eu, hein!
Postar um comentário