terça-feira, 20 de dezembro de 2011

FAMÍLIA DOS NERY


Faz algum tempo atrás fiz uma postagem sobre o “Palacete dos Nery”, um imóvel que está abandonado pela família - http://jmartinsrocha.blogspot.com/2010/03/palacete-dos-nery.html  - em decorrência disso, recebo alguns e-mail dos descendentes que moram no Brasil afora.

Hoje, recebi um e-mail da Sr. Paiva Cardoso pedindo informações sobre os “Nery de Manaus”, pois o seus avós vieram da Itália e são Nery também, uma parte mora em Recife e outra no Rio de Janeiro.

Juntei a troca de email com a Sra. Inez Nery -, fiz esta postagem e, enviei ao Paiva. De antemão, quero esclarecer a todos que não sou historiador, apenas gosto do passado da minha cidade, faço uma colcha de retalhos com informações aqui e acolá e, publico no nosso humilde blog.

Troca de email entre José Martins Rocha e Inez Nery:

Bom dia José Martins,

Procurando sobre a minha família de origem de Manaus, encontrei o seu blog sobre o palacete dos Nery. Gostaria de saber se você tem mais informações sobre quem viveu neste palacete e se nele se encontravam mais fotos dos Nery ou em algum lugar de Manaus.

Sou uma Nery, meu nome é Maria Inez Nery Viegas, bisneta de um médico psiquiatra Márcio Philaphiano Nery e neta de seu filho Octávio Bandeira Nery que teve uma filha que se chamava Lygia Nery Viegas (já falecida) depois de casada. Não conheço muito sobre a história da nossa família, pois eles passaram um período na França e quando voltaram vieram morar no Rio de Janeiro. Não conheci nem meu bisavô e não tenho fotos dele somente do meu avô que faleceu quando minha mãe ainda era pequena. Na verdade da família não tenho muitos dados.

Gostaria de saber mais dados sobre eles se você tiver. Fico pensando se meus antepassados viveram nesta casa que hoje está em ruínas, seria bom saber mais, ver mais fotos. Minha mãe falava sobre o Barão de Santana Nery que era nosso parente, do Silvério também, mas nunca soube me dizer mais do que isso.

Fico no aguardo de informações ou não.

Desde já agradeço a atenção dispensada,
Inez

Boa Tarde Inez!

Fico feliz por ter lido a postagem que publiquei no nosso Blog. O Palacete em questão foi moradia da família Nery, isto na "Belle Époque", infelizmente, os descendentes deixaram abandonado, a mercê das intempéries, cada dia que possa fica mais feio e destruído - eles estão pedindo um preço absurdo pelo imóvel. O prédio é histórico, pois morou lá um governador do Amazonas. Por sinal, fiz uma postagem sobre a principal Avenida de Manaus, onde escrevi um pouco sobre os teus antepassados, o endereço é o seguinte: http://jmartinsrocha.blogspot.com/2011/07/avenida-constantino-nery.html  - Já vi um livro em Manaus onde tem bastante fotografias dos Nery, ele é raro, quando conseguir comprá-lo, irei tirar fotografias e mandar para você. O Silvério Nery foi o pai do Constantino Nery, quanto ao Barão, favor acessar a postagem do Blog do Coronel http://catadordepapeis.blogspot.com/2010/06/memorial-amazonense-xxiii.html  
Abraços,
Rocha

Boa noite José Martins!

Acabei de abrir seu e-mail e fiquei muito feliz, com calma vou ver os seus artigos e depois comento com você.
Quanto a esse livro adoraria se tivesse uma foto do meu bisavô Marcio Nery.
É uma pena mesmo que a casa esteja abandonada, aliás minha avó comentava que a família vivia em um palacete na época. Quem sabe um dia vou conhecer Manaus e posso conhecê-lo. Espero não ter arrepios hahaha. Poderia mesmo se transformar em um museo já que muitos da família contribuíram de alguma maneira para o estado do Amazonas e para o País, cada um dentro de sua área.
Muito obrigada pela atenção.
Um abraço,
Inez


Bom Dia Inez,
Existiu em Manaus, um médico chamado Márcio Nery, foi chefe da Comissão de Saneamento de Manaus, entre 1904 e 1906 combateu a malária e a febre amarela. O seu nome está no Colégio Estadual Márcio Nery, não sei esta pessoa é o teu bisavô. O livro ao qual me refiro é vendido nos sebos de Manaus, quando encontrá-lo irei tirar as fotos e mandar para você.
Abraços,
Rocha


Olá José Martins,
O médico a que você se refere é meu bisavô e ele era médico psiquiatra, foi para a França e também combateu a malária e a febre amarela em Manaus, exatamente o que você escreveu, só não sabia o período, mais um dado a acrescentar nas minhas pesquisas de família. Ele era irmão de Constantino Nery e também tinha um irmão com o mesmo nome do pai Silvério Nery e também irmão do Barão de Santana Nery que escreveu se não me engano um livro sobre a Amazônia. Li sobre isso ontem. Minha mãe já me falava do parentesco mas quando se é criança e jovem não nos interessamos muito por isso. Agora mais velha me interesso em saber e também para poder passar para a nova geração.
Gostei muitos dos seus artigos, me ajudaram bastante a conhecer um pouco mais dos meus antepassados. Parabéns!
Quanto ao livro, não se preocupe, se um dia você achar e puder me enviar as fotos eu agradeço.
Muito obrigada pela atenção.
Um abraço,
Inez

Quem puder mandar mais informações para o blog, será bem vindo, terei o maior prazer em publicar, o importante é o resgate da nossa memória. É isso ai. 



Postar um comentário