quarta-feira, 14 de setembro de 2011

MANAUS, A CIDADE ONDE TUDO TEVE OU JÁ FOI UM DIA!



A Cidade Sorriso;
Amazon Hotel Club;
Aviaquario;
A mais antiga faculdade do país;
A Gogô;
Booth Lines;
Bondes elétricos;
Balneários do Parque Dez, Ponte da Bolívia e Tarumã;
Bola da Suframa;
Boate Moranguinho;
Bar Americano;
Bancrévia Clube e Sheik Clube;
Calçada de borracha;
Clube da Madrugada;
Cabaré Chinelo;
Cinemas Guarany, Polytheama, Avenida, Odeon e Popular;
Calçadas com Pedras de Lioz;
Delegado do Diabo;
Doces de Quebra Queixo, Alfenim e Filhós;
Disco Voador;
Fogão a Lenha;
Geladeira a querosene;
Governador que pensava “O Pensador”;
Igarapés de águas límpidas;
Igarapé de Manaus e do Mestre Chico;
Jota Leite e Jota G. Araujo;
Lojas Tem Tem, Quatro Quatrocentos e Au Bon Marche;
Lampião, Lamparina, Aladim e Candeeiro;
Maloca dos Barés
Os Embaixadores;
Ônibus de madeira;
Plano de Desenvolvimento Local Integrado;
Ponte Cabral;
Primeiro produtor mundial de borracha;
Prostitutas européias;
Plano Inclinado;
Ruas arborizadas;
Porto de Lenha;
Palacete Miranda Corrêa;
Prostíbulos Verônica, Lá Hoje e Saramandaia;
Parque Amazonense;
Papagaio do Russo;
Projeto Jaraqui;
Solar da Olímpia;
The Blue Birds e The Rocks;
TV Ajuricaba;
Uma das primeiras cidades do país a ter luz elétrica;
Veneza dos Trópicos;
Violão do Rochinha;
Velódromo;
XPTO;
Zeppelin.

Postar um comentário