sexta-feira, 15 de abril de 2011

CORREMOS O RISCO DE PERDER A COPA DO MUNDO DE 2014

O grande atraso no cronograma de execução das obras para a COPA 2014 acendeu a luz amarela da FIFA, com o Brasil correndo um sério risco de perder esta grande oportunidade de promoção mundial.

Infelizmente, estamos mostrando para o resto do mundo, o nosso atestado de incapacidade, sinceramente, sinto vergonha neste momento.

Apesar de todos os avanços econômicos, tecnológicos e conhecimentos de ponta na área de gestão e de engenharia, pecamos muito quanto quando o gestor é o setor público, onde tudo é moroso, com licitações viciadas, obras superfaturadas e desvio escancarado do dinheiro público.

Na Copa dos Estados Unidos não foi necessário fazer novos estádios, apenas reformas e adaptações, ao contrato do Brasil, onde estão colocando abaixo a maioria dos já existentes. Por quê? Talvez seja a sede de dinheiro dos gestores, pois reformar envolve pouca grana, enquanto construir mega estádios orçados na estratosfera, a coisa muda de figura, sem falar nos famosos aditivos dos contratos iniciais.

Se o governo federal não tomar para si, a responsabilidade de fazer todas as obras civis onde acontecerá a Copa, uma coisa tenha certeza, poderá não sair, corremos o risco de perder a Copa para Londres ou outra cidade. Nada de convênios com os Estados, o governo brasileiro tem que propor mudança na legislação, ser o grande construtor.

Acredito que isto somente acontecerá quando for dado o ultimato final pela FIFA, haverá uma correria louca, com quatro turnos nos canteiros de obras, com forças tarefas e tudo o mais, valerá aquele ditado popular em que “o brasileiro sempre deixa tudo para a última hora”, isto faz parte da nossa cultura.

Caso percamos a realização da Copa em nosso país, ficaremos mais marcados do que aquela famosa derrota do Brasil na Copa de 1950, acho melhor o nosso país declarar que é incompetente, deixar para outro país, por sinal, alguns já estão prontos, se Copa fosse este ano, não haveria nenhum problema.

Não gosto de ser pessimista, espero estar errado em minhas conjecturas, ainda há tempo, porém, parte dele já passou e não foi aproveitado. O bicho vai pegar!
Postar um comentário