quinta-feira, 5 de novembro de 2009

ÍNDIA ATWÃMA



A jornalista Elaízes Farias, do jornal A Crítica, fez uma belíssima reportagem sobre a índia Atwãma, da etnia Sateré-Mawé. A menina de apenas de 15 anos de idade, participou do Ritual da Tucandeira (passagem para a vida adulta), no Encontro dos Guerreiros (festa que mistura danças, comidas e concursos de zarabatana, na comunidade Sahuapé, em Manacapuru, Amazonas). Ela quebrou a tradição, tornando-se a primeira mulher a participar do ritual (vinte sessões com luva de palha cheia de formigas de ferrão venenoso e doloroso).

Ela nasceu em Ponta Alegre, no município de Barreinha; mora em Manaus na Comunidade Waikuru, o seu nome em português é Leiciane Costa da Silva, estuda a sétima série e deseja cursar Medicina; fez a seguinte declaração “Decidi participar para mostrar que as mulheres são tão corajosas quanto os homens, mostrar que nós também podemos ser guerreiras, ao participar do ritual, também busco ter mais saúde e coragem”.

As estimativas feitas pela COIAB (Confederação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira) variam de 15.000 a 20.000 indígenas que moram em Manaus. Em relação à etnia, é conhecida a importante proporção de etnias do alto Rio Negro (Tucano, particularmente), assim como das etnias Ticuna e Sateré-Mawé. Mas muitas outras etnias se fazem presentes em Manaus.

Parabéns a guerreira Atwãma!

Foto: Euzivaldo Queiroz


Postar um comentário