sexta-feira, 22 de maio de 2009

PALACETE DOS NERY

Posted by Picasa
O jornal “A Crítica”, publicou uma matéria denominada “PALACETE HISTÓRICO DA FAMÍLIA NERY ESTÁ À VENDA”, um trabalho da jornalista Ana Célia Ossame. Os proprietários do imóvel estão pedindo a bagatela de R$ 1,300 milhão.

O prédio situa-se na esquina da Avenida Joaquim Nabuco com a Rua dos Andradas, sob o numero 278. Foi construído no final do século 19, para abrigar a família do Governador Silvério José Nery (1900 a 1904).

Para o Robério Braga, Secretário Estadual de Cultura do Estado do Amazonas “o valor é inacessível e fora do mercado. Por ser tombado pelo patrimônio histórico municipal, não podendo, ser modificado em hipótese alguma, em nenhum de seus compartimentos. O Poder Público poderá desapropriá-lo futuramente”.


Segunda a Etelvina Garcia, historiadora amazonense “A casa foi construída com bom gosto e elegância da arquitetura neoclássica, inclusive tem o monograma da família, construído no frontispício. Apesar da deterioração, guarda uma beleza incomparável. O fato histórico importante é ter hospedado, em 1906, o primeiro presidente da república a vir no Amazonas - Afonso Pena veio para o lançamento da pedra fundamental do edifício da Alfândega”.

Estive no local para tirar algumas fotos; senti uma sensação muita estranha ao entrar no seu interior (não sei explicar), não conseguia ligar o “flash” da minha máquina digital, talvez fossem as vibrações dos espíritos dos Nery, clamando pelo retorno do esplendor do lugar. Para se ter uma idéia, o prédio está abandonado faz 30 anos, com o piso, o telhado e as paredes parcialmente destruídos.

Estou na torcida para que o Poder Público faça de imediato a negociação e providencie a desapropriação do belo imóvel, efetuando a sua devida restauração e, colocando à disposição da sociedade amazonense o “Museu da Belle Époque de Manaós”.
Que tal a sugestão Dr. Robério Braga?
Fotos: J Martins Rocha - Colagem: Família Nery, Silvério Nery, Afonso Pena, Fachada Antiga, Fotos Atuais e Interior do Prédio.
Postar um comentário