quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

SÓ LUPICÍNIO RODRIGUES NO BAR CALDEIRA



 Lupicínio Rodrigues (Porto Alegre, 16/09/191/ 27 de agosto de 1974) foi um compositor brasileiro. Lupe, como era chamado desde pequeno, compôs marchinhas de carnaval e sambas-canção, músicas que expressam muito sentimento, principalmente a melancolia por um amor perdido. Foi o inventor do termo dor-de-cotovelo, que se refere à prática de quem crava os cotovelos em um balcão ou mesa de bar, pede um uísque duplo, e chora pela perda da pessoa amada. Constantemente abandonado pelas mulheres, Lupicínio buscou em sua própria vida a inspiração para suas canções, onde a traição e o amor andavam sempre juntos.

LOUCURA

E aí
Eu comecei a cometer loucura
Era um verdadeiro inferno
Uma tortura
O que eu sofria
Por aquele amor
Milhões de diabinhos martelando
O meu pobre coração que agonizando
Já não podia mais de tanta dor

Em Março próximo, o Bar Caldeira fará uma homenagem a ele. Se tudo der certo, serei o apresentador. Vamos nessa?

Postar um comentário