domingo, 27 de janeiro de 2013

VISITA A COMUNIDADE DE SÃO SEBASTIÃO.



Fui convidado pelos meus amigos do Partido dos Trabalhadores (PT) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) para uma visita à Comunidade São Sebastião, na zona rural de Manaus – para uma visita de agradecimento e levantamento dos reclamos do comunitários, por parte da Vereadora Rosi Matos (PT).



A saída foi da Marina do Davi, por detrás do Tropical Hotel (o ônibus da linha 120 vai até o local), pegamos um  barco a jato, a passagem está dez reais por pessoa, pois o trajeto fica em torno de trinta minutos, com paradas na Praia da Lua, Livramento, Nossa Senhora de Fátima, Julião, Seringal e Comunidade Ebenézer.


Fomos recebidos por todos os comunitários, a grande maioria estava surpresa, pois foi a primeira vez em que após as eleições municipais, aparece uma vereadora, pois é comum os candidatos fazerem campanhas e, aqueles que conseguem se eleger, aparecem por lá somente quatro anos depois para pedirem novamente voto – não foi o caso da Vereadora Rosi Matos (PT), pois ainda nem começou a legislatura e, ela já anda nas comunidades.


A Comunidade de São Sebastião fica Tarumã-Açu, com acesso por barco e, pela Comunidade do Pau Rosa, entrada no KM 21 da BR-174 – possuem como padroeiro São Sebastião, o santo guerreiro da igreja católica – no dia 20 passado, fizeram uma grande festa em homenagem ao seu dia – eles também comemoram o Dia do Espírito Santo, no dia 31 de Maio, onde haverá uma grande festa para os comunitários e visitantes.


Após a reunião com os lideres e comunitários, fomos fazer um passeio pelas ruas da comunidade. O que mais chamou  atenção foi a união de todos para a construção de uma casa de saúde, conseguindo recursos com bingos e doações – recebemos o convite para inauguração ainda neste primeiro semestre.


Almoçamos uma “Caldeirada de Jaraqui”, para quem não sabe, recentemente, alguns cientistas descobriram que este peixe contém  três tipos de ômega bons para a saúde – ficamos devendo uma visita ao Balneário do Sapão.


Voltamos felizes, com alma leve, pois fomos tão bem recebidos por aquele povo bom, além de curtirmos o passeio, pois estamos na Amazônia e, ainda temos o privilégio de vermos em abundância árvores, animais e muita água do nosso Rio Negro. É isso ai.

Fotografias: Rocha
Postar um comentário