segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A CANTORA CELESTINA MARIA RECEBERÁ DA CMM A MEDALHA DE OURO ANA CAROLINA


Recebi, na semana passada, o seguinte convite: “O Presidente da Câmara Municipal de Manaus, Vereador Isaac Tayah, tem a honra de convidar a Sua Senhoria José Martins Rocha (Rochinha) para a Sessão Solene de Outorga da Medalha de Ouro Ana Carolina à senhora Raimunda Celestina dos Santos Oliveira, de propositura do Vereador Leonel Feitoza, por meio do Decreto Legislativo no. 242/2012, a realizar-se às 10 horas, do dia 06 de Dezembro de 2012, no Plenário Adriano Jorge, Paço Municipal dos Manáos, na Rua Padre Agostinho Caballero Martin, no. 850, Bairro de São Raimundo” – quanta honra, estarei lá, pois a Celestina merece!

Segundo o próprio convite “A Medalha de Ouro “Ana Carolina” foi instituída pelo Regimento Interno da Câmara Municipal de Manaus, com base no artigo no. 163, inciso XI, àqueles que se sobressair por mais de dez anos em atividades relevantes na área das Artes”.

Fiquei duplamente feliz, pois a Celestina Maria é minha amiga de longas datas e, a biografia que consta no convite foi retirada de uma postagem em que fiz tempo atrás no nosso blog:

“Nasceu na cidade de Manaus, em 06 de Abril de 1941, foi registrada como Raimunda Celestina dos Santos Oliveira, a mais velha de dezoito irmãos, filha de Aprígio Farias dos Santos e Francisca Patriarca dos Santos – além do dom para cantar, ela é poetisa, compositora, parteira, escritora e mediúnica. Vem de uma família de músicos, o seu pai era violonista, assim como três dos seus irmãos. Ao se apresentar pela primeira vez na Rádio Difusora, em 1958, com dezessete anos de idade, recebeu do Josué Cláudio de Souza e Ismael Benigno, o nome artístico de Celestina Maria, mas, somente  aos trinta e sete anos tirou a sua carteira da Ordem dos Músicos do Amazonas. Hoje aos 71 anos de idade, dos quais 54 de carreira artística, mãe de três filhos, quinze netos, nove bisnetos, - está com todo o gás, não pensa num um pouco em se aposentar, continua se apresentando nos festivais de música, no Programa Carrossel da Saudade, além dos bares Caldeira, Chão de Estrelas, Cipriano, ET Bar, Gestinha e onde for convidada”.

Escrevi em letras garrafais a data do evento na minha agenda, para não perder de jeito nenhum, pois, depois de toda a merecida solenidade, os amigos da Celestina participarão de um banquete, a realizar-se no seu condomínio fechado, no bairro da Compensa – várias galinhas do terreiro irão para a panela, teremos a famosa “Galinha a Cabidela”, acompanhados de muito arroz e Caruru (com camarões vindos diretamente de Codó, a terra da macumba no Maranhão).

Na parte da noite, a Celestina brindará aos amigos e frequentadores do “Caldeira Bar”, na Rua José Clemente esquina com a Rua Lobo D’Almada – na oportunidade, ela dará autógrafos para a sua legião de fãs, fará poses para as fotografias dos jornais locais, mostrando a sua medalha “Ana Carolina”.

Depois, soltará a voz, acompanhada pelos músicos Moisés Sete Cordas, Neto do Pandeiro e do Sacy da Pareca – será também homenageada pela Dra. Graça Silva e Kátia Maria e, tomará todas, pois ninguém é de ferro! Ela merece! Parabéns Celestina! É isso ai. 

Fotografia: J Martins Rocha
Postar um comentário