terça-feira, 23 de abril de 2013

VISITA DO LUTHIER ROCHINHA A OELA


O luthier Rubens Gomes veio para Manaus com a missão de fazer oficinas de lutheria no Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas (CAUA) e, certa vez, fez uma visita ao meu pai, o luthier Rochinha, os dois tornaram-se grandes amigos, afinal, militavam na mesma profissão de confecção de instrumentos de cordas – no entanto, quando se conheceram, o Rochinha já estava doente e não podia mais trabalhar - o Rubens fez questão de fazer uma reforma no último violão do grande mestre e, este fez uma visita a Escola de Lutheria do Amazonas (OELA), poucos anos antes de falecer.

No meu velho automóvel da marca Santana/VW acomodei o meu pai e a sua cadeira de rodas (ele teve um AVC e estava com sequelas), fomos até o bairro do Japiim, onde já estava nos esperando o repórter fotógrafico Robervaldo Zezinho e, rumamos para o bairro Zumbi II.

Era um sábado de manhã, o Rubens convocou todos os estudantes da sua OELA para receberem a visita do respeitado luthier Rochinha – foi uma troca valiosa de informações, com o mestre sendo reverenciado pelos jovens iniciantes na arte da luteria.

Segundo o sitio da OELA www.oela.org.br “Desde 1998, a OELA promove aos adolescentes, jovens e a comunidade da zona leste de Manaus, bairro Zumbi II, o sonho de transformar vidas, incentivando a cidadania e construindo ideias sustentáveis. Nos seus 15 anos de existência, a OELA desenvolve ações voltadas para a educação profissionalizante, respeitando os princípios da utilização racional e sustentável dos recursos naturais da região, contribuindo para a formulação de políticas públicas que atendam aos direitos e necessidades dos povos da Amazônia”.

Depois do encontro na OELA, fomos almoçar um “galeto assado” e tomar algumas geladas – dias depois, o Rochinha passou mal, teve que operar da próstata, vinda a faleceu alguns anos depois.

Esta postagem é dedicada a luthier Rubens Gomes, aos jovens estudantes da OELA e ao mestre Rochinha. É isso ai.
Postar um comentário