quinta-feira, 13 de setembro de 2012

TABACARIA GLOBO DE MANAUS


Recentemente, recebi um  e-mail de um cidadão português, na qual solicitava informações sobre a sua família em Manaus, antigos donos da “Fábrica Globo”, informei que não dispunha no momento, mas, poderia fazer pesquisas, porém, isto demandaria a disponibilização de recursos para tal empreitada – ele respondeu que já tinha encontrado os seus  familiares – isto me motivou a escrever esta postagem sobre a fábrica.

Este estabelecimento foi fundado em 1910, pelo português F. J. Monteiro, ele passou 20 anos fazendo negócios no Estado do Pará, antes de vir se estabelecer em Manaus.

O primeiro endereço foi na Rua Henrique Martins, 31, depois, passou para a Avenida Eduardo Ribeiro, 5 e, por último, fincou o estabelecimento na Rua dos Barés. 

Era uma das mais respeitadas fábricas de cigarros de Manaus – existiam de vários tipos, todos da marca “Globo”, fabricados com tabacos nacionais, turcos e egípcios.

Em 30 de Janeiro de 1930, a Receita Pública do Tesouro Nacional, responsável pelo regulamento do imposto de consumo, publicou uma tabela de marcas e preços (por vintena) dos cigarros da Tabacaria Globo:


Lords, $600. - Polidos, $8600. - Ribeiro Júnior, $600. - Margarida, $800. - Ideal, $450. - Políticos 4, 8450. - Ouro Negro, $225. - Cruz de Malta, $225. - Rosa de Ouro, $225.- Globo 2 e 3, $225. - Acara, $225. - S. Paulo, 8225. - Rosa da Paz, $8225. - ·Rui Barbosa, $225.
"23", $225. , Rosas $8225.
Rosas.

Sabemos que o tabagismo é um dos males que mais matam no mundo inteiro, mas, a postagem foi apenas visando o lado histórico. É isso ai.
Postar um comentário