quarta-feira, 2 de abril de 2008

Pinacoteca do Estado - Dia da Cultura




A Pinacoteca foi criada através da Lei nº 233, de 18 de julho de 1965, no Governo Arthur Reis, com o objetivo de “promover o desenvolvimento da cultura artística, manter exposições de artes plásticas e iconográficas em caráter permanente ou temporário.”

A primeira sede da Pinacoteca foi no segundo piso do prédio da Biblioteca Pública, na rua Barroso. Naquela ocasião, o acervo era constituído por 90 obras de arte com as seguintes técnicas: `’ óleo, bico de pena, xilogravuras e talhas, obras estas que representavam artistas de todo o Brasil, ao mesmo tempo em que servia para algumas reuniões do Clube da Madrugada. Durante muitos anos a coleção ficou sem uso, com a desativação da Pinacoteca em 1977. Com a restauração do prédio e criação do Centro de Artes da Chaminé, em 1992, a Pinacoteca foi transferida para este espaço, sendo realizadas inúmeras exposições de artistas locais, nacionais e cursos de artes.

Em 2000, a Pinacoteca passou a integrar o Complexo Cultural Palácio Rio Negro, sendo transferida para o pavimento superior da Vila Ninita.
O acervo da Pinacoteca do Amazonas foi totalmente restaurado com a criação do Ateliê de Restauro, onde técnicos amazonenses, com cursos de preservação conservação e recuperação de obras de arte, realizados nos grandes centros mundiais, atuam em laboratório altamente especializado marcando a tradição dos traços e tintas dos criadores que viveram e vivem na floresta construindo o sonho da arte plena.

Atualmente, no acervo da Pinacoteca do Estado, composto de mais de seiscentas obras, encontram-se artistas das mais tendências, tanto nacionais quanto internacionais, dentre os quais podemos destacar: Antônio Parreiras, Francisco Aurélio de Figueiredo, Dakir Parreiras, Eliseu Visconti, Burle Marx, Manuel Borges, Hahneman Bacelar, Moacir Andrade, Branco Silva, Afrânio de Castro, Manoel Santiago.

Outras Informações sobre:

Funcionamento:
3ª a 6ª, das 10h às 17h / Sábado e Domingo: das 14h às 18h
Endereço: Av. Sete de Setembro - centro
Telefones: (92) 234 8755/ 633 2850 ramal 205/253
Postar um comentário