sexta-feira, 19 de junho de 2009

FESTIVAL FOLCLÓRICO DE PARINTINS

Posted by Picasa

O grande Festival Folclórico de Parintins, será realizado no período de 25 a 28 de junho, apesar da cheia dos rios da Amazônia, aconselha-se não levar carros ou motos, a pedida será o Jetsky, para trafegar nas ruas alagadas da ilha Tupinambarana.

Por falar em cheia, o Rio Negro já alcançou a marca de 29,56 metros, faltando apenas 13 centímetros para alcançar a marca de 1953; para se ter uma idéia, as águas já chegaram ao centro antigo de Manaus, começou a alagação da cidade.

Voltando aos bois - no dia 25 será realizada a Festa dos Visitantes, tendo como atração nacional o Neguinho da Beija-Flor e a banda baiana Cheiro de Amor, com a vocalista Alinne Rosa, animando a festa com o seu charme e bela voz. As atrações da terra ficarão por conta da velha guarda do Garantido e Caprichoso e David Assayag e Edílson Santana.

De Manaus, você pode chegar a Parintins de 02 maneiras: de "asa dura" ou de "bubuia". O povo parintinense utiliza essas duas expressões para identificar os principais meios para chegar à ilha: o avião e o barco. Estou pensando em dar um pulo até a ilha! Parintins fica a 369 quilômetros de Manaus, a viagem de barco regional dura em torno de 16 horas, existe a opção de ir de ônibus até a cidade de Itapiranga, viagem de 4 horas, depois pegar um barco expresso, conhecido por “super ajato”, mais 4 horas de viagem, curtindo as belezas do Rio Amazonas até a ilha encantada. Com a grande dimensão da Amazônia, as viagens são contadas por dias, existem municípios que duram até 15 dias, são as chamadas viagens da fome, acabam todos os mantimentos no trajeto; dezesseis horas de viagem para Parintins é realmente apenas um pulo.

O jornal “Diário do Amazonas” está distribuindo os CD´s do Bois de Parintins; hoje recebi o “Garantido 2009 – EMOÇÃO”, com as seguintes faixas: Emoção Garantido, Sou Garantido, Identidade Encarnada, Vermelho Universal, Mar de Emoção, Tambores da Evolução, Filhos do Amanhã, Menina Apaixonada, Garantido Rei, Canto do Sonho Fantasia, Brinquedo da Emoção, Orquestra Amazônica e a Ópera da Terra, A Cor da Criação, Baiás do Circulo Sagrado, Karajá, O Povo das Águas, Ritual Dení, Kambô, Aldeia Global, Gigante Amazonas e Raça Encantada. No próximo domingo será a vez do meu Caprichoso, com o CD “Caprichoso 209 - Amazonas Onde o Verde Encontra o Azul”, com as faixas Elo Azul, Apogeu Azul, Boi de Parintins, Raça Azul, Grito da Galera, Deusa das Lendas, a Verdadeira Emoção, Tempo de Borboleta, Meu Amazonas, Artesão Parintinense, Wayuri-Kaua, Eu sou a Lenda, Aningal, Ritualística Apurinã, Ritual Mayuruna, Aldeia Subterrânea e Pachamama.

As manifestações da cultura do boi-bumbá e do bumba meu boi floresceram em todas as regiões do Brasil, e ainda persistem em muitos lugares, como no Maranhão e em Parintins. Na Ilha Tupinambarana, o boi-bumbá absorveu influências diversas e se desenvolveu de forma única.

Vamos lá gente!
Postar um comentário