sábado, 3 de agosto de 2013

CICLISTA FOI ATROPELADO PELO AUTO DE CHAPA 3476


 "Ontem às 17 horas, na Avenida Sete de Setembro, em frente ao Palácio Rio Negro, o auto de chapa n. 3476 dirigido pelo motorista Américo da Costa, atropelou o ciclista Nilton Pontes de Abreu,filho de João da Costa de Abreu e de Deusalina Alves de Abreu, amazonense, com 15 anos de idade, estudante, residente a Rua Visconde de Porto Alegre n. 327 (Vila Pudico), casa 28. A vítima, que sofreu escoriações generalizadas, foi medicada no SAMDU e em seguida recolhida a sua residência, sendo o fato anotado na Delegacia de Trânsito, onde foi instaurado o competente inquérito"

Este fato ocorreu em 1964, portanto, faz 49 anos. Mas o que tem a ver com a nossa Manaus atual? O lance é o seguinte: Manaus era um ovo naquela época, terminava no Boulevard Amazonas e, o Balneário do Parque Dez (em frente ao Detram) era o “fim do mundo”, existiam poucos automóveis nas ruas, mas, o desrespeito aos ciclistas era um fato, como ainda é hoje. 


O governado do Amazonas, o paulista Omar Aziz, jurou de pés juntos que, iria cuidar com carinho das ciclovias, passados um ano e meio e, nada vez! Parece que acordou com os barulhos das ruas e, prepara um plano para efetivar o que prometeu. 



Enquanto não sai do papel, os ciclistas manauaras continuam sendo acidentados, alguns de maneira fatal, tão como acontecia em 1964! Pedala Manaus!


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=673169526044609&set=a.100657126629188.1324.100000547031730&type=1&theater 
Postar um comentário