quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

A AUTOESTIMA NOSSA DE CADA DIA


Recentemente, conversei com um amigo, o empresário José Luiz Silva, Diretor da empresa VIA CONTA – ele demonstrou possuir uma boa autoestima, o que me motivou a aumentar a minha.

Para esse intento, busquei reler livros de autoajuda, que estavam empoeirados em minha biblioteca particular, pois a autoajuda em adultos é um projeto pessoal, tudo depende da própria pessoa.

Depois de ler dois livretos, fiz um pequeno teste com a minha filha, a odontóloga Amanda Soares.

Perguntei:

- Amanda, como está o grau da tua autoestima?

- Está quase zero! Muito diferente do senhor que tem uma vida social muita ativa, possui muitos amigos e sempre está de alto astral! – respondeu

- Não é bem assim, não! Estou buscando elevar a minha, para não entrar num circulo vicioso e chegar à depressão – respondi

- Você precisa gostar mais de você, se amar mais, para poder amar e ser amada pelos outros, também – a tua autoestima não depende do teu pai, mãe, amigos, vizinhos ou colegas de profissão, tudo depende de você em ter e sentir respeito por você mesma – prossegui.

Prometi enviar-lhe, via whatsapp, um documento chamado “Declaração de Autoestima”, em que ela deveria ler todo dia, para ajuda-la aumentar a sua autoestima, caso se predispusesse a isso.

Segundo um autor desconhecido:

O espirito (ou o cérebro) considera alguma coisa quando damos atenção a ela. O espirito (ou o cérebro) acredita em algo e o leva a sério quando o consideramos continuamente. O espirito (ou o cérebro) acaba realizando uma coisa quando acreditamos nela e a levamos a sério.

Em outras palavras, para termos uma boa autoestima, devemos dar atenção a ela, alimenta-la continuamente, levando a sério e acreditando, dessa forma, o nosso espirito (ou o cérebro) faz as coisas acontecerem.

O nosso cérebro é um inigualável supercomputador – os neurônios recebem as informações, processam e dão as respostas – caso colocarmos coisas boas, sairão coisas boas, por outro lado, ao colocarmos pensamentos negativos, é claro que irá sair coisa diferente!

Muitos possuem uma baixa autoestima em decorrência de vários fatores advindos de sua infância e adolescência, porém, nunca será tarde demais para desenvolver a autoestima – os adultos devem ter um projeto pessoal para desenvolvê-la.

No decorrer da nossa existência, o ser humano passa por perdas, lutos, faltas, remorsos e fracassos, independentemente de ter uma baixa ou boa autoestima.

Os que estão em baixa, sentem raiva, tristeza e medo, colocam a culpa nos outros, tendo ressentimentos, angustia, sensação de ser vitima, mal-estar, impotência, depressão, alimentando o circulo vicioso com mais raiva, tristeza e medo!

Por outro lado, as pessoas que estão em alta, tentam não ter raiva, tristeza, medo e remorsos, pois assumem a responsabilidade pelo acontecido, não colocam a culpa nos outros e sempre perdoam – depois, vem a alegria, a auto aceitação – sentindo amor por si mesmo e pelos outros.

Voltando a minha filha Amanda Soares, no próximo domingo iremos a Comunidade Vila de Paricatuba, em Iranduba, para tirarmos fotos das casas e dos moradores do lugar – será uma oportunidade ímpar para conversarmos durante a viagem, sobre a nossa autoestima.

Quando ao meu amigo José Luiz Silva, ficarei mais tempo ao seu lado, pois, pessoas com boa autoestima, tendem a estimular a outras a acreditarem em si mesma e no seu imenso potencial.

Para finalizar, escrevo alguns pensamentos sobre autoestima:

“A autoestima não tem nada a ver com o dinheiro que você tem ou ganha, nem com a sua reputação, carreira, raça, aparência, as roupas que veste, sua religião, seu nível de instrução, o que você possui, seu sexo ou o lugar onde você vive” Rosette Poletti/Barbara Dobbs

“A autoestima é uma coisa bem simples: é o respeito que você tem e sente por você mesmo” William Mcgrane

“Fórmula geral para elevar a autoestima - repetir diariamente: Todos os dias, sob todos os pontos de vista, vou cada vez melhor!” Emile Coué

“Somente você poderá elevar a sua autoestima, ninguém, em hipótese alguma, poderá fazer isso por você, pois o comando é seu, você está no leme, irá para qualquer lugar, basta você se respeitar e querer que isso aconteça” José Rocha


É isso ai.

Fontes:

A AUTOESTIMA - Um bem essencial. Rosette Poletti e Barbara Dobbs
O Dominio de Si Mesmo Pela Auto Sugestão. Emile Coué
Postar um comentário