terça-feira, 20 de junho de 2006



O progresso gerado pela comercialização internacional da borracha, nos idos de 1870, na região norte do Brasil, fez de Manaus uma das cidades mais prósperas do mundo, tornando necessária a melhoria do complexo Portuário, assim como a construção de um prédio para abrigar a Alfândega.
Na presença do Presidente da República, Affonso Penna, em 27 de junho de 1906 foi lançada a pedra fundamental do novo edifício.
O Prédio, cuja construção realizada pela empresa inglesa Manaos Harbour Limited durou cerca de 2 anos, foi inaugurado em 17 de janeiro de 1909.
Formado por vasto quadrilátero com quatro pavimentos, medindo 19 metros de altura, 23 de largura e 30 de comprimento, com paredes de granito ornadas com basalto, foi o primeiro edifício pré-fabricado do mundo.
Seus blocos de tijolos aparentes, pré-montados e importados da Inglaterra, sua pavimentação em tábuas, mosaicos e cimentado; pintura a óleo e caiação, reproduzem prédios londrinos do início do século XIX.
Localizada à margem esquerda do Rio Negro, a construção, de rara beleza, possui estilo eclético, com elementos medievais e renascentistas.
No térreo do prédio, placas de mármore registram as principais datas transcorridas e os nomes dos primeiros funcionários e seus respectivos cargos.
A localização e a beleza arquitetônica, fazem do prédio da Alfândega, assim como o Teatro Amazonas, monumento de referência significativa dessa cidade tropical, tendo sido tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional - IPHAN, em 1989, como parte do conjunto Arquitetônico e Paisagístico do Porto de Manaus.
A Receita Federal agradece a sua visita.
Postar um comentário